quarta-feira, 30 de Maio de 2012

Policultura

A Policultura e Alelopatia

As plantas também têm preferências e gostam mais da companhia de umas do que de outras.
Assim elas associam-se de forma a crescerem melhor e mais fortes,protegendo-se umas às outras. 

Acontece com  as plantas na natureza e claro numa horta também.

Muitas delas exalam odores que podem atrair ou afastar insectos. 

Até mesmo as raízes que expelem substâncias diferentes, têm o poder de selecionar a microvida no subsolo, podendo ter efeitos positivos ou negativos sobre as plantas vizinhas.

Plantas com raízes profundas tornam o solo mais penetrável para outras de raízes mais curtas; assim pode-se plantar no mesmo canteiro hortaliças de folhas que exigem mais nitrogênio e hortaliças de raízes que exigem mais potássio.


Plantas com ciclos diferentes ajudam-se mutuamente, permitindo melhor aproveitamento do terreno, como a alface e o rabanete.

.As associações podem ser feitas em pequenas culturas como nas hortas e pomares domésticos.

Além de um bonito visual, apresentam também resultados práticos, como por exemplo:
plantar cebola ao lado de uma roseira  aumenta o perfume das rosas e afasta sua praga mais comum, o pulgão;

plantar alho junto dos pessegueiros acentua o aroma dos pêssegos.

O companheirismo e hostilidade entre os vegetais demonstram que a consorciação e a rotação adequadas de culturas podem beneficiar a agricultura, melhorar a saúde dos solos, controlar a infestação de pragas e invasoras.

 


O que plantar junto  e bem longe....


Favorece o crescimento
Repele as Pragas
Antagónicas

tomate

Cebola; salsa; calêndula; serralha ; erva cidreira

Malmequer; Urtiga; manjericão;

Batata ; repolho; pepino; feijão

 broculos                     

Ervas aromáticas; 
 alface; batata

Nasturcio; 
 hortelã; estragão; cebola

Morango; 
 tomate; vagem


morango
Alface; tomate; espinafre; borragem

Repolho; couve

cebola

Morango; camomila; 
tomate; couve; alface



Ervilha ; feijão

alface


Cenoura; pepino;morango;
alho porro; rabanete


Salsa
girasol

Couve

Cebola; 
batata; 
camomila; hortelã

Alecrim; 
 menta; tomilho

Framboesa; tomate; 
vagens

     

terça-feira, 29 de Maio de 2012

Plantações de hoje



De volta à horta, hoje plantei brócolos e 

mais cebolas, as cebolas devem ser dos legumes que mais gasto cá em casa. 





Fiz um canteiro com alho também, tinha semeado os dentes de alho numa estufa feita de um garrafão de água, nem há duas semanas atrás, hoje foram para  a terra.


Ficaram ali mesmo ao lado do canteiro de semente de tomate que semeei no fim de semana passado… até agora..nada..















segunda-feira, 28 de Maio de 2012

Dicas


COLOQUE VASOS DE CERÂMICA INVERTIDOS NO JARDIM

Uma das técnicas mais utilizadas para remover os caracóis e as lesmas de um jardim de flores ou vegetais passa pela colocação de vasos de cerâmica de pernas para o ar. 


Estes vasos devem ser colocados contra os raios solares e ligeiramente levantados do chão, para que lá fiquem acumulados todos os animais viscosos. 


Esta técnica resulta muito bem, porque as lesmas e os caracóis estão constantemente à procura de um local com sombra para descansarem e, desta forma, os vasos de cerâmica acabam por ser a armadilha perfeita. 


Inspeccione os vasos de cerâmica todos os dias e retire todos os animais viscosos que estejam no seu interior até que a infestação termine.


REPELENTE ORGÂNICO

Chá de Hortelã 

como repelente de insectos nas hortaliças:


Algumas folhas de hortelã, algumas folhas de tomateiro, duas ou três pimentas tipo dedo-de-moça esmagadas, um ou dois dentes de alho esmagados.
Colocar água quente, deixar esfriar e coar.

Colocar num aspersor de plantas e pulverizar sobre as hortaliças ( e plantas ornamentais também).

Os insetos que picam ou comem folhas, como gafanhotos, grilos, besourinhos e pulgões serão afastados pela mistura.

Não aplique antes de chuva nem guarde para posterior uso, pois são substâncias voláteis.

O alho entra na composição do chá porque também tem propriedades bactericidas, então é tudo benefício.

É um tratamento ecológico e sem toxinas.

Chorume de Urtigas



A urtiga ( Urtica dioica) encerra na sua constituição uma enorme quantidade de azoto que pode ser extraído e fornecido ao solo através do seguinte método:

·         1 kg de Urtigas (planta completa)
·         10 litros de água

Mergulhar as urtigas em água durante 7 dias, à temperatura ambiente e preferencialmente num recipiente de argila ou metal, sem tampa.
Volvidos os sete dias, temos um líquido viscoso e mal cheiroso que se pode diluir até cinquenta vezes. Este preparado aplicado às plantas é uma excelente fonte de azoto.

O mesmo processo realizado com fetos permite um aporte de fósforo e potássio
.









domingo, 27 de Maio de 2012

Jardim da Celeste















As bulbosas



Croa de Rei (Lilium)















 As Rosas














As gazânias








Cravos da ÍNDIA









CACTO-MARGARIDA OU LAMPRANTO
NA MINHA TERRA CHAMA-SE ARROZ
















existem também algumas ÁRVORES







Chorume de Urtigas - fonte de azoto



CHORUME DE URTIGAS




(Fonte de azoto)


A urtiga ( Urtica dioica) encerra na sua constituição uma enorme quantidade de azoto que pode ser extraído e fornecido ao solo através do seguinte método:


·         1 kg de Urtigas (planta completa)
·         10 litros de água



Mergulhar as urtigas em água durante 7 dias, à temperatura ambiente e preferencialmente num recipiente de argila ou metal, sem tampa.
Volvidos os sete dias, temos um líquido viscoso e mal cheiroso que se pode diluir
até cinquenta vezes. Este preparado aplicado às plantas é uma excelente fonte de azoto (muito), fósforo e potássio, cálcio, magnésio e ferro.

O mesmo processo realizado com fetos permite um aporte de fósforo e potássio
.




O azoto é o nutriente nobre que mais vezes falta no solo e que é requerido pelas plantas em maior quantidade.

O azoto dá cor verde às plantas, sendo muito móvel, isto é, em caso de carência a planta retira o azoto das folhas mais velhas e transporta-o para as mais novas e sementes. Por esta razão os sintomas de carência surgem primeiro nas folhas mais velhas que se tornam amarelas e acabam por secar, estendendo-se os sintomas progressivamente às mais novas.





Fotos da Horta




Hoje fui à minha horta tirar umas fotos!!


tomate;alface; cebola; alho francês, courgette 



alface , e erva cidreira


Já plantei tomate, alface, alho francês, pimento, curgetes, cebola, para além de algumas ervas aromáticas, como salsa, erva cidreira, hortelã, manjericão, tomilho.



tomates


alfaces


couve coração


courgette


alho francês



pimento

Semeei, também uns canteiros de calêndulas e cravos da índia.







sexta-feira, 25 de Maio de 2012

Guia de Cultivo



Guia de cultivo

Janeiro
Semear repolhos, rabanetes, alfaces, favas, ervilhas, alhos.
Fevereiro
Semeia-se, rabanetes, cenouras, espinafres, beterrabas, aboboras, pepinos
Março
Batatas, morango.
Continuar a sementeira de melão, pepino e abobora
Abril
Semear abóboras, agriões, alfaces, tomilhos, cenouras, chicória, coentros, cominhos, acelgas e couves
Maio
Semeia-se, aboboras, ervilhas, pepinos, melões, alface, tomates e todo o tipo de couves,
Junho
Semeia-se, ervilhas, feijões, alface...
Julho
Semeia-se nabos, cenouras...
Agosto
Semear agriões, alfaces, rabanetes e chicória. No fim do mês semear, nos alfobres, couves diversas, beterrabas, ervilhas e espinafres.
Setembro
Semear favas, ervilhas, agriões, alfaces, cebolas, cenouras, coentros, couves diversas, mostarda, nabos, rabanetes, salsa e segurelha.
Outubro
Semear ervilhas, favas, nabos, rabanetes, cenouras, espinafres, coentros e agriões, alho.
Novembro
Plantar couves (lombardos, repolhos, tronchuda, flor e brócolos), alfaces, morangueiros, nabos, cenouras, ervilhas, rabanetes.
Dezembro
As sementeiras são insignificantes nesta época, embora, ainda se semeiem alhos, cebolas e outras sementes de hortaliça